Banner
Banner
Banner
Ao Vivo | Programa | Revista | Resultados | COMO E ONDE APOSTAR
Comunicado Diretoria
Noticias
Seg, 20 de Abril de 2020 13:46

NOSSO RETORNO PARCIAL ÀS ATIVIDADES

Em meio à pandemia ‘coronavírus’, estamos retornando às nossas atividades e, evidentemente, não o podendo fazer a pleno como gostaríamos, mas sim da forma como é possível neste momento, e assim, com muitas limitações e dificuldades.

 

O objetivo maior é colocar a ‘roda pra girar’, sem, no entanto, descuidar da obrigatória segurança de todos, respeitando as medidas de distanciamento e de proteção individual. Tal como fora feito no dia 20 de março próximo passado, a única alternativa é a realização de corridas com portões fechados, permitindo o acesso apenas das pessoas indispensáveis à organização e realização das corridas.

 

Ainda estamos com nossas agências de apostas fechadas por ordem das autoridades públicas, sejam as nacionais ou internacionais, com o que perdemos 50% (cinquenta por cento) de nossa receita mensal, pois, como é cediço, nossa sobrevivência depende de ativos patrimoniais e de apostas. No que diz respeito às nossas rendas locatícias, muitas já foram renegociadas e ou suspensas, tanto quando estamos na posição de locadores, como também quando estamos na qualidade de inquilinos, com o que chegamos à perda de receita ordinária mensal da ordem de 60% (sessenta por cento).

 

No cenário atual a solução é dar corridas de 15 em 15 dias, amargando prejuízo ainda maior que o habitual, neste particular pela queda brutal das apostas em geral, o que põe em risco todo planejamento de nosso futuro. Todavia, é preciso correr este risco para não prejudicar ainda mais uma atividade que já vem ao longo do tempo apenas sobrevivendo à espera de uma ‘nova luz’ para o Turfe Nacional.

 

Sem receita, nossa alternativa é pagar imediatamente apenas os profissionais (treinadores e jóqueis), arcar com a despesas operacionais (tv, funcionários etc.) e creditar os prêmios nas contas dos proprietários e criadores, postergando o pagamento destes para assim que voltarmos a operar nossas agências normalmente. Não há outra forma responsável de viabilizar a volta das corridas, o cobertor encolheu de tal maneira que não temos como atender prontamente aos proprietários e criadores como vínhamos procedendo.

Fica aqui nosso compromisso com os proprietários e criadores de assim que tudo voltar ao normal procederemos ao pagamento dos prêmios que vierem a ser devidos neste período de crise e, assim como recentemente honramos com nossas dívidas do passado, haveremos de honrar com mais este compromisso futuro.

 

Esperamos a compreensão de todos, o momento é de entendimento dos reflexos da pandemia na economia dos clubes, indústria, empresas, agricultura e profissionais liberais, dentre outros, mas se não fizéssemos como estamos fazendo hoje as corridas prosseguiriam paradas por mais tempo ainda.

 

A DIREÇÃO

Compartilhe

e-max.it: your social media marketing partner
 

JCRGS TV